EnglishFrenchPortuguese

Ligue: 289 380 300

Urgências: 289 380 300

Auriculoterapia I

A “Auriculoterapia”

É uma terapia reconhecida recentemente pela O.M.S. (Organização Mundial de Saúde) , com provas cientificas e ministrada na Universidade de Paris .

Ela consiste numa estimulação de certos pontos no pavilhão da orelha pelo uso de uma caneta criogénica ( produz frio) ou pequenas agulhas semi-permanentes . Foram descobertos 196 pontos . A única semelhança com a acupunctura é o uso de agulhas ,  porque o raciocinío não é energético mas sim neuro-anatómico.

Sabe-se,  que setenta por cento das fibras  nervosas do corpo, transitam pelo pavilhão da orelha para seguirem  para o cérebro.É como se a orelha fosse um teclado a partir do qual, podemos enviar ordens ao cérebro , (nosso computador) através do sistema nervoso. Todas as funções do corpo estão sobre a dependência do sistema nervoso, por isso temos acesso a todo o corpo e a todas as funções do corpo e do cérebro.

As indicações têm por limite o nosso conhecimento e raciocínio.

É uma terapia potente que permite chegar lá onde as outras terapias não tem acesso .Nem sempre vai curar as suas doenças, mas pode muitas vezes ser complementar ao seu tratamento

medicamentoso com a possibilidade de reduzir as cargas medicamentosas necessária para estabilizar as suas doenças.

É também uma terapia moderna e totalmente adaptada às nossas necessidades, com resultados muito rápidos em poucas sessões, (3 sessões, com 1 mês de intervalo entre elas), tornando-se assim uma terapia  muito económica.

Indicações:

  • Todo o tipo de dor: artroses, ciática, enxaqueca, nevralgia, pós-operatório, pós-radioterapia, dor de coluna, canal cárpico, tendinite…
  • A nivel emocional: angústias, stress, depressão, insónia, crianças hiperactivas e com déficite de atenção.
  • Distúrbios do foro cardiológico: hipertensão, insuficiência cardiaca, varizes…
  • Distúrbios do foro respiratório: asma, alergias, tosse, infecções, (rinite, sinusite, otite), muitas cirúrgias podem ser evitadas.
  • Distúrbios do foro uro-ginecológico: irregularidade menstrual, incontinência, menopausa, dor pélvica, muito eficaz no controle de afrontamentos, …
  • Distúrbios do foro gasterentológico: diarreia, obstipação, gastrite, hemorroidas…
  • Distúrbios do foro dermatológico: acne, cicatrizes, eczema, herpes…
  • Distúrbios do foro endocrinológico: tiróide, diabetes, obesidade…
  • Distúrbios do foro neurológico: epilepsia, pernas agitadas, parelesia facial, AVC, parkinson, transpiração excessiva…
  • Oftalmologia: miopia, hipermetropia, chalação, glaucoma, strabismo na infância, secura ocular, vista cansada…
  • Diversos: preparar para a anestesia em caso de cirúrgias,o que permite reduzir a quantidade de anestesiante utilizado e facilita a recuperação pós-operatória, secura bocal, pós-radioterapia, sevragem tabágica e medicamentosa….

Procedimento de uma consulta:

  • Depois do diagnóstico ser conhecido, o raciocínio levará a uma estratégia terapêutica com estimulação dos pontos da orelha com uma caneta criogénica ou colocação de algumas agulhas , em função do objectivo terapêutico.

No caso do uso de agulhas, estas ficarão no sítio, até o corpo as expulsar espontâneamente (alguns dias até 2 semanas).

Em média serão necessários um a três (3) tratamentos com intervalo de um mês.

  • Para conseguir uma terapia mais potente ainda, seria bom associar a auriculoterapia à terapia quântica (ver NES: http://www.ideal-clinica.com/specialty.php?id=45).

A NES terapia restaura a informação que o corpo necessita e a auriculoterapia dá ordem ao cérebro para reagir, usando esta informação.